Clínica Le Corp – Medicina, Odontologia e Estética Empresas

Nova Sede para Clínica Médica, Odontológica e de Estética

Localizado em um loteamento novo no município de Araucária, região metropolitana de Curitiba, o terreno de esquina deveria comportar uma clínica que ofertasse serviços médicos e odontológicos à população em uma edificação com área estimada de 420m2, valorizando e impulsionando o desenvolvimento da região. O projeto da clínica respeita as características das vias e a escala das edificações vizinhas, integrando-se ao meio urbano em que se encontra. A partir da análise das condicionantes do terreno – insolação, ventos, topografia, ruídos, visuais, relação com o entorno, recuos e parâmetros construtivos, entre outros – foram definidas as estratégias de ocupação do lote: posicionar a edificação mais próxima à esquina, valendo-se das visuais, com aberturas voltadas para a via de menor ruído e para o estacionamento, localizado na parte mais interna do lote. Em um bloco compacto, deixando mais área livre do terreno, os eixos de circulação horizontais e verticais definem claramente os setores da clínica, atendendo às conexões definidas pelo fluxograma.

“A Clínica Le Corp apresenta uma linguagem contemporânea, com uso de linhas retas e formas puras, conferindo uma identidade atemporal à edificação e à marca. As cores neutras e a fachada com brises também contribuíram para dar personalidade à edificação, resultando em uma composição elegante, condizente com a imagem do cliente.”

Elaborado em tecnologia BIM, desde a concepção até o seu detalhamento, todo o projeto da clínica prioriza o conforto dos usuários e a redução do impacto causado pela edificação. Dentro dessa linha de pensamento, estão presentes no projeto diversas estratégias:
- A busca pelo melhor aproveitamento da ventilação e da luz natural em seus espaços, fruto da preocupação com a posição e dimensionamento das aberturas, se reflete diretamente na redução do uso de energia elétrica.
- As vedações externas apresentam desempenho termoacústico muito eficiente: optou-se por utilizar estrutura de concreto armado e paredes externas em alvenaria de tijolos cerâmicos, pela presença de diversas olarias em regiões próximas, dando preferência a materiais locais e reforçando a relação com a cultura e a economia regionais. Internamente, as paredes em drywall com isolamento acústico em lã de vidro conferem privacidade aos espaços, privilegiando a facilidade de manutenções e a redução do volume de resíduos gerados pela obra.
- Vidros Low-e no fechamento da escada, voltado para Sudoeste, maximizando o uso de luz natural, sem prejuízos térmicos. Nas demais aberturas, proteções solares conferem privacidade e proteção solar aos espaços, evitando o aquecimento interno, de forma que o sistema de ar condicionado trabalhe sem sobrecargas.
- Telhas metálicas e paredes externas em cor clara, assim como a cobertura verde do terraço reduzem a absorção de radiação solar e o consequente aquecimento indevido do edifício. Sobre a cobertura, encontram-se placas solares para aquecimento da água usada nos vestiários, na copa e na área de expurgo.
- A redução do consumo de água potável ocorre por meio do uso de águas pluviais em vasos e jardins, de metais economizadores e de vasos sanitários com menor vazão.
- O estacionamento da clínica conta com piso semipermeável que, associado às demais áreas verdes, faz com que o projeto apresente área de permeabilidade acima do exigido pela legislação.
Possuindo itens como vaga prioritária para PCD`s, desníveis, acessos, larguras de portas e circulações tratados segundo as recomendações da NBR-9050/2004, pisos antiderrapantes, sanitário acessível e elevador para acesso a todos os pavimentos, a edificação foi concebida para atender aos requisitos de acessibilidade universal.
A clínica conta ainda com local específico para separação e armazenagem temporária dos resíduos, antes de serem encaminhados para as coletas específicas.