_DSC7534 p

Arquitetura para quem conhece

 

_DSC7534 p

A Logi Arquitetura apoia campanha para fortalecer a profissão

 Garantir serviços de qualidade, com construções eficientes, seguras e cada vez mais sustentáveis são os objetivos da campanha Projeto Arquitetônico só com Arquiteto, promovido pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU/BR), que tem o apoio da Logi Arquitetura. A premissa é conscientizar órgãos públicos e a sociedade em geral para que confiem seus planos de reforma e construção nas mãos de profissionais capacitados para projetá-los e, desta forma, deixar claro que a obrigatoriedade de supervisionar projetos arquitetônicos é atribuição exclusiva de arquitetos e urbanistas.

Para Logi Arquitetura, comandada por Adriano Dorigo e Clarisse Petroski, projetos arquitetônicos devem ser assinados somente por arquitetos. “Esperamos que essas ações conscientizem a população da grande importância que o arquiteto tem na sociedade e do valor do seu serviço, permitindo a estes profissionais uma reconquista no mercado de trabalho”, relata Adriano Dorigo. É uma atitude favorável para quem exerce e para quem contrata o esse tipo de mão-de-obra, isto é, a arquitetura feita por arquitetos significa mais qualidade nos projetos e, consequentemente, no ambiente urbano como um todo, devido à visão sistêmica que o especialista possui de todo o processo e das variáveis envolvidas em uma obra.

Cada profissional é capacitado para atuar em sua própria área. “Nenhuma outra pessoa, senão o arquiteto, possui os conhecimentos necessários para elaborar projetos de arquitetura, assim como nenhum outro indivíduo, por exemplo, está apto a fazer atividades específicas da medicina, senão o médico. Ater-se à sua capacitação profissional é, antes de mais nada, uma questão ética” conclui Clarisse Petroski. Os maiores envolvidos nesta discussão são os arquitetos e os engenheiros civis, devido à proximidade das áreas. Existem pontos comuns entre as profissões, porém as atividades principais são específicas de cada área. A idéia é evitar que profissionais sem capacitação técnica e sem conhecimento adequado executem projetos de arquitetura, algo que só traz prejuízos para a obra e para todos os envolvidos no processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>