Projetar para um futuro melhor

Em meio a tantos problemas com água e energia, a solução pode estar na hora de construir

Seguimos uma tendência global de unir soluções sociais e de desenvolvimento humano à preservação ambiental. A esfera da sustentabilidade atingiu novos patamares e, dentro de casa, vai além de separar o lixo ou fechar a torneira para escovar os dentes, começando antes mesmo da residência existir: a partir dos projetos arquitetônicos.

Na Logi Arquitetura, todos os projetos, sobretudo os de edificações, são desenvolvidos com racionalidade construtiva, já considerando os itens essenciais da sustentabilidade, como: orientação solar, ventilação e iluminação natural. “Dá para dizer que é um caminho sem volta. As atuais crises de água e energia, cada vez mais evidentes e frequentes, mostram que as construções não podem mais ser feitas sem pensar em economia de energia, de água ou qualquer outro recurso”, explica o arquiteto e sócio da empresa, Adriano Dorigo.

Dentre as estratégias usuais em projetos sustentáveis, destacam-se: uso de água da chuva e reuso das águas da própria edificação; sistemas industrializados de construção, que permitem maior velocidade na obra, menos perdas durante a execução e mais flexibilidade para possíveis alterações; iluminação natural, conseguindo um melhor aproveitamento da luz do dia e diminuindo assim o uso de luzes artificiais; e o uso correto da insolação e da ventilação, que quando aproveitadas corretamente, podem reduzir o uso de aparelhos e sistemas artificiais de condicionamento.

Para a arquiteta e engenheira Clarisse Petroski, também sócia da empresa, soluções como estas trazem dois grandes benefícios para o consumidor final. “Há, obviamente, a questão econômica, pois mesmo que possa haver um investimento inicial maior, na grande maioria dos casos o valor é recuperado ao longo do tempo, mas devemos enxergar pelo lado ambiental também. É algo que na maioria das vezes não entra nas contas por ser difícil mensurar, mas os ganhos para o meio ambiente são evidentes”, explica.

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>