O futuro das construções

_DSC7534 p

Logi Arquitetura indica novidades sobre o sistema BIM, após participação na Autodesk University Brasil

 Constantemente atualizada no tema BIM (Building Information Modeling, ou em português: Modelagem da Informação da Construção), a Logi Arquitetura marcou presença na 5ª edição do maior encontro de designers, projetistas e engenheiros do Brasil, o Autodesk University Brasil – AU BRASIL 2015, no WTC Events Center, em São Paulo, no mês de setembro. As novidades apresentadas no evento aperfeiçoam as formas de utilização das ferramentas pelos próprios usuários e desenvolvedores. “Os assuntos de interesse para a Logi Arquitetura são os voltados para toda a cadeia produtiva da construção civil, em especial os relacionados à Arquitetura”, aponta Clarisse Petroski, arquiteta da Logi Arquitetura.

Em termos de avanços, o que se verifica é o aumento de formas de se explorar o BIM através da otimização dos softwares. Para a arquiteta, “o foco do evento estava em novas maneiras de utilizar e explorar as ferramentas desenvolvidas pela Autodesk, para se obter melhores resultados em BIM, com destaque para a suas utilizações em projetos complementares e na área de infraestrutura”.

Além de evitar retrabalho, desperdício e inconsistências no projeto, existem outras razões para a implantação do BIM. Os benefícios são percebidos em todo o ciclo da edificação, da sua concepção, passando pelas fases de projeto e obra e durante a sua vida útil. Quanto maior for o nível de integração entre os envolvidos, maior será a eficiência do processo, abrangendo todos os agentes e disciplinas que participam dele, como arquitetura, estrutura, hidráulica, elétrica, condicionamento de ar, construtora, entre outras. “Com o BIM, torna-se possível planejar o comportamento futuro da edificação, com relação à vida útil de seus componentes e às futuras manutenções”, conclui o arquiteto da Logi Arquitetura, Adriano Dorigo.

Pesquisas feitas pela arquiteta Clarisse Petroski junto ao GT-BIM da Associação Brasileira dos Escritórios de Arquitetura (Asbea-PR) apontam um crescimento significativo no interesse pela utilização do BIM entre os escritórios associados. Em 2012, 75% dos escritórios pesquisados classificaram de baixo a nulo seu conhecimento a tecnologia. Já em 2013, os números indicavam que 55% possuíam o BIM implantado ou em fase de implantação no escritório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>